Arquivo para setembro \29\UTC 2009

29
set
09

bem antes da Puma

Paseando por  aqui pelo meu “Mega banco de dados” sobre  camisas acabei trombando com uma camisa que me chamou muita  atençao.

bc33_1bd3d_1

Impressionante como  as “anteninhas” chegam a  ser semelhantes até nos  detalhes, não?

Vale dizer que  esse uniforme é do time de Hurling (um esporte gaélico, gerido pela liga GAA) chamado Clare (da cidade homônima, na Irlanda), atual campeão do esporte,  produzido pela  marca O’Neills,  que não somente tem o monopólio dos uniformes de toda  a  liga de  esportes gaélicos (GAA), como  ainda toma  a liberdade  de copiar e  “gastar” as 3 listras da  Adidas  despudoradamente. E  faz belos  trabalhos, com o modelo atual do mesmo time:

206295181206295184

Pelo que conheço dos padrões de uniformes do  esporte, inclusive levando em conta o patrocínio, arrisco que esse uniforme similar à Puma foi usado entre 2000 e 2006.

Mais fotos do time Clare em  ação. E não se iluda com as 3 listras na s fotos, é tudo da O’Neills mesmo.

00021c73189r

0002890f189r

894379492_e976a14c84

Diante do quadro, copiador que é copiado têm 100 anos de  perdão também???

Anúncios
24
set
09

muito respeito aos campeões,mas…

Saiu na  mídia  brasileira  hoje que a  Associações de Campeões Mundiais de futebol relançaram as camisas campeãs das Copas de 58, 62 e 70, feitas pela propria marca ATHLETA, q vestiu originalmente o  escrete canarinho. Até aí, muito legal mesmo, porém (ah, porém)…

1326357-1631-ga

Estão cobrando a  bagatela de 1050 Reais ( 588 Dólares) pelas peças. Eu confesso que só não vou achar esse  peço absurdo porque, mais  absurdo do que pagar mais de 1000 Reais pela camisa é se  declarar que o CUSTO DA PEÇA é 400 Reais (220 Dólares).

Francamente, gente, tá bem que estamos num país onde tudo quanto é coisa é  superfaturada, mas aí já é demais…

Como Designer de Moda,  sei que um metro de  seda pura (o tecido liso mais caro) é na  base de  150 Reais o metro, talvez  chegue  a 250 se  for  cravado de alguma  pedraria. Porém estamaos  falando de MALHA, e de ALGODÃO. Eu sei bem que  uma malha de algodão egípicio de 200 fios por polegada é cara,mas não mais que a  seda pura. Talvez se o  algodão for  colhido nas montanhas gelas por  freiras  cegas descalças e  reclusas  este de fato  tenha um  preço mais caro, mas não deve  chegar ao da  seda pura assim mesmo.

Quanto ao bordado do  escudo, a única  forma que se  admitiria um peço elegvado hoje  enm dia   seria  se  este fosse   feito à mão, como se é  obrigado fazer nas  peças de Alta Costura que aparecem nos  desfiles. E mesmo assim nas tais peças se  trata de  um bordado enorme, do  tamanho de uma  saia  godée, com pelo menos 2,5m de  tecido. Nas minhas projeções, mesmo o lindo bordado  feito em 58 foi  feito por uma  maquna Singer, que toda mãe na  época tinha (e que dá um trabalho…).Pela foto abaixo, nota-se que foi  feito por uma  máquina, como qualquer outra camisa retrô vendida no Mercado Livre.

1326355-2445-ga

No mais , se  a  peça  for   fechada (costurada)  à mão por  costureiras, talvez saia  caro assim mesmo. Ah, e se e se a  gente levar em conta  a mão- de-obra de trabalhadores BRITÂNICOS, que  devido ao  seu custo de vida, realmente é  a mão- de-obra mais onerosa, talvez  saia  caro mesmo.

Outro fator que pode  ser adicionado ao custo seria a  modelagem da  peça, pois uma boa modelista cobra  caro mesmo por uma peça (e  fazem valer  seus  salarios de 8 mil Reais), mas… não estamos  falando em camisas que são RÉPLICAS? Já que são réplicas, elas não precisam de uma modelagem original, pois já  se  têm uma  base de onde  decupar, né? Assim sendo, não há uma real necessidade de se contratar uma  modelista  fera, se o  trabalho é  apenas  copiar uma peça já existente. Até  eu mesmo consigo fazer isso.

Portanto, se a  peça  for mesmo feita  a  mão na Inglaterra, ou mesmo no Japão, onde nossa querida ATHLETA  anda bem mais atuante (e adicione a isso o frete), e com malha de  algodão egípicio, talvez tenha tido mesmo o  custo declarado.

Não estou fazendo esse   levantamento para confrontar a marca  Athleta (que tanto  gosto e  até  fiz um post  sobre), e muito menos  a  Associação de Campeões Mundiais , muito pelo contrário. Foi pra justamente indicar que não é necessário se cobrar um preço exorbitante pra tornar uma  camisa  especial, pois não é o preço dela que a  faz  especial. Além disso, a lógica  mesmo mostra que vale muito mais  vender 1000 camisas  a  100 reais do que 10 por 1000 Reais. Por esse  preço  creio até ser possivel conseguir negociar alguma peça usada na propria época, se voce tiver sorte.  Apesar de todo o  status que a Athleta tem e quer  manter, acho que mais vale  seguir marcas como Umbro e Adidas que até  fazem  coisas  raras e com preço elevado, mas não preços impraticaveis, ainda mais numa economia como a nossa. Mais  absurdo é dizer que  cobram esse  preço  alto pra  ajudar nossos campeões mundiais. Imagine  então o sucesso do Criança Esperança se as  doações  fossem de 250 reais pra cima…

Até pra ilustrar  minha tese, hoje mesmo foi noticiado que, depois de reduzir em 100 Dolares, as vendas do Playstation 3 subiram nada menos que 300% em TRES SEMANAS. Será que são os  executivos da Sony que  estão errados?

Bem, em suma o que eu tenho a  dizer é, ABAIXA O PREÇO QUE A GENTE AJUDA OS CAMPEÕES!

23
set
09

encontro bom é esse aí!

Tão legal quanto  colecionar camisas de futebol e  sair  vestindo sua mais nova  aquisição por aí é se  reunir com pessoas que têm a mesma  admiração pelo artigo. Por isos que  acho  super  legal esses  encontros regionais  de colecionadores, onde  além de trocar uma  ideia  com  outros colecionadores, se pode  ver alguns artigos  raros e também trocar,comprar e  vender camisas. Bem à frente dps similares em  outras praças está o ENCAPE, que é o Encontro dos  Camiseiros (ou camiseteiros, sei lá) de Pernambuco.  Sem desemerecer os outros encontros regionais, esse me parece ser o mais legal porque, além do povo do nordeste  ser  sempre  agradável, a organização deles  tbm parece ser nivel MASTER mesmo. Porquê? Bem, alguns motivos  abaixo:

-O evento  tem patrocinio, com banner proprio exclusivo de cada evento

DSC08843

-Os patrocinadores distribuem algumas camisas pra sorteio.

-Mulher aparece no evento

Só por esses  três motivos ,ja  digo que  o memso está alguns passos a  frente dos outros, E  isso não é motivo de  apenas  invejar a  orgnaização deles,mas  sim de promovermos  algo do mesmo tipo na  nossa  area. Se em Recife, que é  uma cidade  grande, conseguem  isso, porque que  cidades maiores como São Paulo, Porto Alegre , Belo Horizonte e Rio de Janeiro não conseguem? Será que nessas  areas tem menos mercado que em Recife? Acho que não… portanto, o ENCAPE é sim um  exemplo a  ser  seguido. Meus parabens e  continuem evoluindo!!

=D

Abaixo, mais algumas fotos pra gente se inspirar e  organizar um encontro semelhante na  nossa  area:

-a idéia do varal de  camisas  foi ótima! Uma das melhores  formas de  se  expor muitas camisas num evento desses:

DSC08824
DSC08815

DSC08829

Além do varal, na  mesa   ainda  tinha  camisa bagarai…

DSC08833

DSC08834(pô, essa camisa do Boca de 96 eu to procurando há tempos…alguém tem o contato do dono da peça?)

DSC08868(essa  camisa do Maldini q o  cara tá usando eu tbm  fiquei de olho… será q ele não troca ela  tbm?)

Os “produtores” do evento, Sergio Travassos e Junior Louzada trocando apenas o sentido das  listras de  suas  camisas, simbolizando uma troca inteligente,hehehe

DSC08883

Algumas das camisas que foram sorteadas no evento, do Asa de Arapiraca, feita pela Tronadon, e do Olympique Lyonnais, peita pela Umbro. Ambas  entregues  pelas mãos da bela  senhorita presente. Eu tbm estaria sorrindo assim como os contemplados…

DSC08877

DSC08872

Modelos  raros e  atuais do Santa Cruz  tbm estavam presentes

DSC08878

Ai, se  essa taça de  Stella  Artois entornasse…

DSC08840

Uma fotinho  oficial dos presentes no  ENCAPE.

DSC08888

PS: É importante dizer que eu não fui nesse  evento,mas  a  organização dos  caras é  tão  boa que me  enviaram  varias fotos (deviam enviar  também uma camisa ,né?). Além disso é importante  dizer que não estou desmerecendo o  otimo  encotro de colecionadores que  fui  em São Paulo, mas  acabo  desmerecendo sim o  encontro dos colecionadores do Rio, que já  tá ha uns 3  meses pra rolar e o pessoal fica só discutindo data….

21
set
09

Neil Barrett fazendo escola

O que pouca gente sabe é que o modelo away que a Italia usou na Copa de 2006 foi desenvolvido pelo estilista inglês Neil Barrett (que vive em Milão). Não sei se o modelo nacional tem isso,mas pelo menos  os  gringos  vêm com esse  detalhe:

OgAAADMHLuG4CJ0YtC7_CBLflwy1XopqYfr2e9QI6A7vj1NdDUW-UyqvmmuGrxtCjXJThgxrCuiCx2rtAdRDvjt4r-0Am1T1UKe2l0YBE7xdSDdV82wtKP-CMdEb2005italyawayshirtl

Eu confesso que, apesar do tecido péssimo, o corte do modelo é sensacional, tanto que  chegou a  ser  usado em  alguns modelos  casuais também, o que  ficou muito  legal.

O interessante é que  marcas menores também  fizeram algo  semelhante, e até que o  resultado não ficou feio  não. Um exemplo é o Dock Sud, da 3a divisão Argentina, feito pela OhCan (que nome ,hein?)

dock sur-ar

18
set
09

novo uniforme da seleção inglesa…de rugby

Acabei de  ver que aind a hoje lançaram para pré-venda os novos uniformes da seleção inglesa de rugby. à primeira já vejo que cometeram usaram a mesmo gola  infeliz mandarim que fizeram no uniforme do Brasil em 2006,  porém repaginado :

p-september-09-kit-launch

Como parte interessante também tem os triângulos texturizados, na altura  d a costela que ficou bem legal

710-x-570-tlm-full-page-xxl

A diferença também entre os modelos de jogo e  de torcedor, continua exageradamente notória:

prd_maxzoom_rfu-60790

e nesse modelo de torcedor ainda mostra melhor um  detalhe muito legal, que  foi a  cruz de São Jorge apenas numa das  extremidades  das mangas, além da mesma cruz  texturizada nas costas com  os  tais triângulos(que da pra ver melhor na outra versão mais abaixo)…

prd_maxzoom_rfu-60792

A parte boa, se não ótima, foi que a versão de manga comprida para torcedor seguiu uma das linhas mais elegantes  d a inglaterra. Modelos simples com a gola que de tão  característica, leva o proprio nome do esporte:

prd_maxzoom_rfu-60958

Sem patrocinio,acho que seria a  camisa perfeita da Inglaterra.

…mas apesar disso, ainda acho os modelos  anteriores bem mais interessantes…

prd_maxzoom_rfu-56647

concordam?

EM TEMPO: pra um brasileiro desinformado, andar por  aí com uma  camisa  cujo escudo eh uma florzinha é algo um tanto esquisito , pra não dizer incômodo, mesmo sendo a England’s Rose, um dos símbolos máximos da inglaterra… Porém vale dizer que isso depende muito  da segurança de quem veste. Você não zoaria um jogador de rugby  parrudo vestindo uma camisa com a tal florzinha. Assim como não zoaria (como uma  amiga que mora numa  favela aqui no  Rio me  relatou essa semana que viu) um traficante portando uma submetralhadora na cor  rosa prateado…

14
set
09

sueco, suiço, americano ou francês?

Toda essa  duvida quanto à origem é  relacionada  a nimguém menos que a autoridade máxima do futebol mundial, sr. Joseph BLatter.

Quando ele  ainda se  candidatava ao  cargo, a imprensa brasileira dizia que ele  era  SUECO.

Anos depois, já como presidente da FIFA, talvez corrigiram (ou não) e disseram que ele é  SUIÇO.

Dando uma pesquisadinha básica no Google. Na primeira ocorrência escrita, da Wikipedia (que eu sei que não é tão confiavel mesmo), indica que ele é NORTEAMERICANO de San Francisco.

E engraçado é que, ao clicar no link, a página já está alterada como suiço mesmo, porém em cache, a versão aind a alega que o mesmo se  sente mais FRANCÊS do que americano

multiblatter

Quanta incerteza pra uma pessoa tão famosa e AINDA VIVA, não? Se ao menos  fosse o Carlos Gardel,hehhehe….

12
set
09

…brilha muito NA POLÔNIA!

Só mesmo que não  assistiu TV nenhuma  vez esse  ano que deve  ter  ignorado o ilustre cidadão da Vila Xuripita, o senhor ZINA :

Pois  bem, a parte  engraçada  disso eh que o cara mal entrou na mídia e já tem uma marca  de Sportswear, e até bem acertadinha, hehehe…

Pogon Szczecin - Zina jersey 73

[Pogon Szczecin -Polonia]

cracovia zina

[Cracóvia – Polonia]

O interessante que a marca ZINA é bem atuante no eixo IRLANDA-POLONIA , onde fornece material para muitos  times….

Será que o cidadão montou essa marca só com o dinheiro ganho com os  5 reais que ele  cobra de cada pessoa que pede pra tirar foto com ele?  (isso é fato,gente!)

Além disso, outro item que tá bombando no Mercado Livre é a camisa do glorioso SUB20, o orgulho da Vila Xurupita… e que já tá virando  cult:

OgAAAEukkkWaL680PokNu1_hxubcHET53M6F9C5dHjraJVl718AmjVraJxukOvJE4WVVtSEcTZgTNba2JqlPqvnpeowAm1T1UElIIPXIsGsaOutoe5x6JWGWRdOC

OgAAAHk7JtmJS_s8HShlOIrWT9Vs4WRVqYJVGGdqWilhmYlc6lw2ycgMQ6yh2lynFfrswk6pYl_OUhv47l7RDrTFnBIAm1T1UFqnokPNSGl-9DwFvtjrXkXPc_t_

Xurupita Sub 20

Bem, não podia  finalizar  esse  post  sem mandar um salve pro Zina, pro SUB20 da Vila Xurupita e também a pra Pizzaria Por-do-Sol…

Ah, o Zina também pediu pra mandar um salve rapidinho,  abaixo:




Esse blog é dedicado à todo tipo de roupa que tenha algo relacionado à esporte, do Cricket ao Futebol Gaélico. Esporadicamente postarei algo de StreetWear quando interessante.
Carioca, 28 anos, colecionador de sportwear há pelo menos 13 anos e cursando o 2o. ano de Moda da Universidade Cândido Mendes(RJ). Não me limito à colecionar peças de futebol apenas. Já que meu foco é antes de tudo a estética da roupa e a "wearability" (além da história e preço da peça), me intesso por uniformes de Rugby, Polo Eqüestre, Basquete, Volleyball, Hockey, Cricket, Futebol Australiano ,Futebol Gaélico e qualquer outro esporte que inventarem e tiver um uniforme bonito pra se usar por aí...
setembro 2009
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Minha Coleção + peças à venda

Blog Stats

  • 708,927 hits