[reprodução de um post de maio de 2008, aberto a  alterações]

 

Pode até não ser freqüente reconhecermos na rua colecionadores de camisas de futebol assim como muitos de vocês que estão lendo, mas é bem fácil reconhecer os que usam tais peças e NÃO SÃO: é só ver uma camisa bem desbotada, com detalhes desgastados e etc… Tudo isso acontece porque eles não encaram as peças como a gente, sendo um item “histórico”, que não só merece ser preservado, mas que, com o tempo pode ser até bem valorizado e disputado entre as próximas gerações de colecionadores. Por causa disso então, é necessário sabermos algumas coisas quanto aos cuidados de conservação das camisas e resolução de alguns eventuais problemas. Pra começar, vale lembrar que todo colecionador sério faz questão de lavar suas próprias camisas. Se deixar na mão da mãe, esposa ou empregada, saiba que essa sua preguiça pode lhe custar sua peça de estimação….

Pra começar, descole uma escovinha só pra você esfregar as camisas, que nem essa da foto. É bom que seja de uma cerda firme, mas não grossa e rígida como as de esfregar jeans… algo que você possa usar a força sabendo que não vai fazer um buraco no tecido…quanto ao sabão, praticamente qualquer um que limpe mesmo tá valendo…

Vale lembrar que , mais importante que qualquer dica de lavagem aqui, é você dar uma olhada na etiqueta da sua camisa, onde você tem que procurar a composição do tecido e os cuidados de lavagem. Se você ainda não entende bem aqueles símbolos das etiquetas, aconselho dar uma olhadinha aqui http://www.ipem.sp.gov.br/3emp/textil.asp?vpro=simbolo

Já que de umas décadas pra cá houve uma mudança geral dos materiais, acho legal separarmos as coisas desde já. E, pra quem não entende bem, vou comentar melhor sobre cada um:

Camisas de algodão: em geral é a composição das peças feitas até os anos 80, modelos retrôs e de passeio. Podem ser mais pesadas, e com o suor ficam ainda mais, mas dão muito mais conforto que qualquer outro material.

Camisas de materiais sintéticos: originárias do petróleo, em geral se apresentam na forma de poliéster e só a forma da estrutura da trama e do fio que pode determinar se este é leve, confortável, fresco, etc… Muitos erros têm sido cometidos ultimamente por algumas empresas , justamente por não conhecerem tanto da estrutura do tecido. Daí então o que era pra eliminar o suor acaba retendo-o dentro da camisa, e faz com que o usuário se sinta como embalado em papel celofane…

A partir de agora, nesse texto, vou convencionar que o texto escrito em azul é referente à cuidados de peças de algodão, em vermelho para as de materiais sintéticos e laranja quando for pra ambas.

Antes de começar com os cuidados de lavagem, vou abordar a parte dos “”problemas” que geralmente acontecem com essas peças e as possíveis técnicas para solucionar ou minimamente diminuir o problema.

Fios puxados: se você comprou alguma camisa nos anos 90, sabe bem o que estou falando. É a maior e mais fácil praga que pode acontecer com uma camisa, até porque tem um alto poder de proliferação. Talvez seja por causa dele que nos leilões mais caros de camisas, como o da Christie’s, só se pode tocar nas pecas com luvas. Agora nos anos 2000 até que esse problema minimizou, mas não significa que estamos livres dele. A razão pela qual acontece é porque o fio de poliéster (ou qualquer outro material sintético) é bem mais fino que o de algodão (das camisas até os anos 80, que não têm esse problema) e o modo em que é tramada propicia isso também (já que artigos de microfibra também são bem finos, mas não vemos desfiar por aí). Eu posso até explicitar mais algumas razoes disso acontecer, mas vocês não estão aqui pra entender o problema, mas sim conhecer a solução. A única forma de não haver chance disso ocorrer é você cuidar das suas unhas pra não ficar nenhuma parte pontiaguda, e tampouco encostar em partes assim de modo descuidado. Se já aconteceu, e o que resta é resolver, se você for paciente e ninja, pode tentar estudar a estrutura do fio e puxar o fio certo pra o lugar, mas você vai precisar de sorte também pra pegar o fio certo… Depenendo do caso, tente “empurrar o fiapo dos fios pra dentro da trama com uma agulha, em alguns casos dá… Se não deu jeito, uma ultima alternativa que eu uso, COM MUITO CUIDADO e ÀS VEZES dá certo, é utilizar algum “papa-bolinha” (agora qualquer camelô vende) e passar em cima SEM PRESSIONAR MUITO , que ele “come” o tal nódulo. Se pressionar com muita força ele pode comer mais que só o nódulo… Outro aparato interessante, pra quem tem, é o Philishave. Eu usei aqui e usando com precisão cirúrgica, pode resolver. De repente até mesmo um Prestobarba, se tu tiver mão de cirurgião, resolva. Mas vou logo dizendo que NÃO ME RESPONSABILIZO POR QUALQUER DANO. É só um toque que tô dando do que fiz nas minhas camisas. Lembrei de outro bem tosco,mas até que numa emergencia resolve: os malditos fiso puxados em geral são fios brancos que, em contraste com o tecido de outra cor, fica algo bem feinho. Já houve vez que eu passei uma caneta esferografica por cime, ou um hidrocor (DE CORES SIMILARES AO TECIDO,please) e até que funcionou até a próxima lavagem,hehehe…

Manchas: em qualquer caso, o uso de água em abundancia com um pouco de sabão na hora e uma certa esfregação não muito forte, até que ajudam. Se deixar pra depois, pode dar xabu, porque a mancha pode secar e se incorporar à fibra, aí então a mesma pode encarar como um novo tingimento. Tendo sorte, Adicionando ao grupo já citado, uma quantidade de sabão que o deixe meio pastoso e utilizando uma àgua um pouco quente, ajuda a desprender sujeira.

Mancha de gordura: é um dos grandes fantasmas que rondam às camisas, graças à presença desse item em nossa sociedade “gordurosa”, e também por acidentes quaisquer com itens assim. A grande salvação pra isso é aplicar e manter talco em abundancia em cima da peça e deixar… Deixe agir de uma noite pra outra, e reza… em geral funciona, porque o talco chupa o óleo.

Depois vai ter que bater um pouquinho a roupa pra tirar todos as partículas de talco, mas pelo menos tá salva.

O que esqueci de dizer é que você tem que aplicar talco sobre a peça NO ATO, se deixar pra depois… ah, por causa disso, REZE MUITO pra que onde você esteja, tenha talco por perto. Ter sempre talco em casa é a dica que eu dou. Se a gordura for um pouquinho mais punk, como graxa… muita agua quente,sabão, esfregaçao e reza… às vezes minimiza, se não resolve.

Ferrugem: se por qualquer situação apareceu alguma mancha de ferrugem(em geral acontece por causa do ilhós de metal em algumas camisas retrôs – ilhós é aquele buraco de metal onde passa algum cordão, como nos tênis), jogue um pouquinho do sumo de limão na peça enquanto molhada e espere algumas horas…ae depois enxágua.né?Aproveita e lava a peça logo,pô…

Umidade: seja chuva ou suor, se você guardar no armário sem deixar secar antes, pode transformar a peça num criador de fungos, e esses fungos às vezes são manchas que não saem nem com reza braba. Às vezes até deixam uma marquinha branca bem feiosa que é o “sal” do seu suor…

lavando, em muitos dos casos, resolve.

Agora , vamos aos cuidados na lavagem:

Lavar na máguina ou à mão?

Apesar de prático, lavar à máquina te deixa completamente alheio ao processo, e se alguma zebra ocorrer, você só vai descobrir depois de finalizado todo o processo. Por isso que minhas dicas vão ser mais referentes à lavagem manual. Lavar à mão, apesar de mais trabalhoso, pode ser a forma mais segura de garantir que a peça não vá se transformar em outra depois da lavagem, ou você acha que sua maquina de lavar sabe que o que ta sendo lavado é uma peça raríssima da sua coleção?

Deixar de molho: Cuidado com as peças que você deixa de molho. Algumas peças não valem a pena deixar de molho não… Peças de algodão em geral vão sempre tender a deixar parte de seu tingimento nela. Sem contar que uma cor pode migrar pra outra.

Um grande problema que eu descobri da pior forma foi deixar de molho peças que contém um tipo de transfer bastante utilizados em jaquetas retrôs da adidas. É um material felpudo, mas não chega a ser flocado (aquele com “cabelinhos” – como na foto ao lado). Esse material quando em contato muito tempo com água se torna uma pasta que é facilmente removida e pode se fixar em outra parte da peça.Vejam fotos abaixo da catástrofe relatada:

A solução para limpar aplicações assim, descobri que é esfregar usando a escovinha com água e sabão e, se for deixar de molho, colocar a área da aplicação FORA do balde.

Cuidado com o sal! : o sal pode ser um aliado quando você deixa uma peça de algodão de molho, pra evitar que as cores desbotem e manchem a cor mais fraca, mas por outro lado ela pode ser um grande inimigo disfarçado. Descobri da pior forma que esta substância é o corrosivo perfeito das aplicações em transfer emborrachado, que são tão presentes nas camisas de hoje. O resultado? As imagens fotes abaixo falarão por mim:

Alguém aí compra algumas dessas camisas?

Água sanitária?

Se sua camisa for toda branca como a do Santos, e o escudo bordado for de um material sintético até rola, senão… vai andar desbotadinho na rua…

Eu desaconselho, até porque não sei (e nem quero saber!depois dessa catástrofe acima…) a reação do hipoclrito de sódio em aplicações de transfer…

Esfregação:

Esfregar não tem muito mistério, mas como já dito, é bom evitar o uso da força. Se no tecido você ver algum sentido retilíneo da trama, tente esfregar nesse sentido. As ranhuras do tanque são boas para desprender a sujeira em geral, não as manchas localizadas. Pede-se que tenha uma escova exclusiva para as camisas porque, com o tempo, nossas mães , esposas ou empregadas acabam usando também e então esse desgaste tira o efeito… Evite esfregar com força partes bordadas e também alguns transfers, pois com o tempo podem se desgastar ou desfiar/desprender.

O “crime” do colarinho branco: as golas brancas, apesar de mais elegantes, tendem a ser as mais problemáticas, se feitas de algodão. A começar porque o clima de nosso país propicia a gente a suar facilmente, e em geral nosso suor sai com um pouquinho de gordura (se tiver pele oleosa,um pouquinho mais), o que pode marcar a gola . Pra limpar, a boa é usar sabão mesmo e esfregar com uma escovinha. Um problema sério acontece quando o colarinho da camisa é branco, mas o resto é de outra cor, sendo a peça de algodão…. Dependendo de que tipo de tingimento foi feito na malha colorida, muito provável da água colorida que escorrer manchar a gola… pra evitar isso, duas alternativas: ou você coloca um pouco de sal na água (se a peça não tiver transfers – 1 colherinha cheia por balde), que evita (mas não garante) das cores migrarem, ou deixa a gola pra fora do balde enquanto esta estiver de molho. Já houve caso em que eu tive que descosturar a gola branca (que ficou tingida) lavar com água sanitária, e costurar de novo na peça,como nessa caisa da França da foto, e também outro nessa camisa do Boca Juniors à direita, em que tive que comprar outra malha ribana (de gola) da mesma cor e substituir, devido ao forte tingimento azul que invadilua gola amarela…

Outra coisa importante a falar é que. Se você deixar sua camisa de gola branca com a marquinha de sujeira e não cuidar de lavar, essa pode ficar amarelada na peça, se tornar uma mancha (como a da foto) e, em casos mais extremos, até ser corroída! Não é brincadeira, já que aquilo lá é gordura e você guarda no seu armário, onde os ácaros e bactérias a encontram e acham aquilo um banquete, depois de comer toda a gordura que você deixou na gola, eles defecam (isso mesmo, pense nisso…) e esse “cocôzinho de bactéria” é uma coisa ÁCIDA… pense nisso também…

Punho de jaqueta sujo: já que a jaqueta ou casaco é um material grosso, e seu punho ainda mais, se você não tá conseguindo remover uma mancha de forma gentil, acho que você pode tentar usar uma escova mais grossa, daquelas de jeans…mas só se necessário…agua meio quente com pasta de sabão também ajuda.

Secagem:A regra básica é NÃO SECAR EXPOSTO AO SOL. Todas as camisas com aspecto de velhas, desgastadas e desbotadas que vemos por aí foram vitimas dessa sandice. Não tenho certeza, mas creio que isso possa também provocar ressecamento e rachadura das aplicações em transfer, e também desgaste nas aplicações felpudas, flocadas… O legal é secar num varal à sombra. Pra caber mais, e pra já ir desamarrotando, eu costumo estender no varal a peça já pendurada no cabide. Máquinas de secar roupa, eu infelizmente não tive o prazer (ou corri o risco) de usar, mas é bom tomar cuidado, já que a alta temperatura pode ou alterar o estado da fibra sintética, ou das aplicações.

Torcer: depois de lavar, evite torcer. Enrole a peça como uma corda e vá pouco a pouco espremendo cada parte dela com toda sua força. Se você ficar torcendo ela pode esgarçar e então vai ficar cada vez mais com aspecto de velha…

Dica: ao deixar secando num cabide pendurado no varal, em poucos minutos a água vai migrar pra parte da barra da camisa (a parte de baixo). Pendure a camisa, dê uns 10 ou 15 minutos e esprema essa barra e os extremos das mangas pra tirar o excesso d’água.

Passar ferro: em tempos de camisas de material sintético, passar ferro nelas pode ser uma tarefa de alto risco. Camisas de algodão precisam sim de um aparato desses, porque amarrotam muito facilmente, mas as sintéticas, tendem a ficar “passadas” naturalmente , ainda mais se quando secarem já estiverem penduradas num cabide. Se mesmo assim você insiste em passar suas peças, aconselho antes de tudo a usar uma potência BAIXA, e ter paciência, porque a tarefa pode demorar… você até pode tentar aumentar gradativamente a temperatura, mas vá tentando isso passando apenas a pontinha do ferro nas extremidades. Outra dica boa é passar PELO AVESSO, pois se der alguma zebra do avesso,ainda há chance de não aparecer do lado direito, sem contar que a ação do ferro em cmaisas de algodão promove um certo desgaste e, antes desgastar a aparência do lado avesso do que o que aparece,né?. Se a camisa tiver aplicações em transfer, NEM TENTE PASSAR FERRO PELO LADO DIREITO. Você vai derreter a aplicação e destruir sua peça em segundos.

Guardar no cabide ou manter dobrada?

O cabide em primeira instância parece ser uma forma prática e elegante de guardarmos nossas camisas, mas às vezes pode trazer alguns problemas.

Se o material das camisas em questão for de natureza flexível (como as malhas), há sim uma chance de, com o tempo, o peso da camisa “puxá-la”pra baixo e concorrer com a curva dos ombros que tem no cabide. Se esta não acompanhar a forma normal de um ombro (como nos cabides de paletó -foto à direita) você pode passar a notar a presença de algo como que um calombo levantado na camisa um pouco antes do ombro na hora que usar. Em materiais sintéticos em geral, ainda há uma tendência de, mexendo aqui e ali, voltar ao normal, mas se a peça for de algodão…pode dar nisso:

Conseguem notar que na foto direita há uma calombo?

Diante do quadro mostrado acima, a tendência natural é acreditar que a solução é manter a peça dobrada. Em parte sim, mas você vai ter que ter a cautela de proteger essa peça da exposição direta à luz. Por que? Porque todo tecido sofre reação química ao contato constante com a luz e, assim como uma foto fica amarelada com o tempo, essa região da dobra que ainda tem contato com a luz, pode desbotar e criar uma “faixa” mais clara na sua camisa. É mais ou menos por isso que pinturas em museus não podem receber flash de máquinas fotográficas.

Conservação a longo prazo:

O armário pode ser um local bom para proteger as peças da fuligem, poeira e outras partículas suspensas no ar, mas lá dentro também é um “ecossistema’ à parte, com bactérias, fungos e ácaros passeando sem a gente ver. Se é uma peça que você não usa mais com tanta freqüência, mas sabe do potencial econômico dela com o passar dos tempos, e quer conservá-la, o legal é guardá-la dobrada dentro de um saco plástico, como aqueles que vêm com as camisas novas(tipo o da foto ao lado. Local sem luz, seco e arejado também contribuem.

* * *

Bom, por hora é só isso o que eu tenho a dizer, mas acredito que a coisa não para por aí. Isso é só um artigo para incentivar colecionadores a debaterem sobre o tme, trocar idéias, dicas, adicionar observações à esse “tutorial”… vou deixar esse post com uma página fixa na barra superior do blog, justamente pra servir de referência a qualquer um que tiver dúvida ou sugerir alterações, adicionar coisas, et cetera.

e então, gostaram? Por favor, dessa vez ao menos, comentem pra eu saber o que acharam,ok?

abraços a todos e muito cuidado com suas “peças”…

=)

Anúncios

70 Responses to “limpeza e conservação de camisas”


  1. 1 Luciene
    21 outubro, 2008 às 10:42 pm

    Caro Antônio;
    Estou impressionada com suas dicas. São ótimas e descritas com muita propriedade, coisa de quem sabe (e faz, o que me impressionou ainda mais).
    E essa experiência com o sal de cozinha, hein? Jamais poderia imaginar que uma substância, aparentemente “pura” seria capaz de tal estrago.
    Mas vamos às minhas considerações: quando não houver talco por perto para “secar” a mancha de gordura, vale farinha de mandioca (em churrascos, por ex., sempre tem), farinha de trigo, maizena, etc.
    Outra coisa que funciona bem comigo é passar, na hora do acidente, um pouco de detergente de louça e esfregar na mancha. Durante a lavação, mesmo horas depois do ocorrido, a mancha sai bem fácil. Mas atenção aos corantes do detergente, que podem manchar a peça, dependendo da cor do tecido: melhores são os transparentes que não interferem na cor e podem secar em cima da mancha até a lavação.
    Uma novidade que vêm dando bons resultados é o Vanish (olha o merchan!) em pó, o específico para roupas coloridas. É só despejar 1/3 da medida (para uma camisa ou duas) em uma bacia ou balde, despejar água quente, esperar fazer espuma e colocar a peça no molho, por apenas 10 minutos! Se você for sensível à água quente, vá de luvas, pois o ideal é iniciar o processo com a peça ainda quente. Retire-a do molho e esfregue-a, delicadamente com as mãos, nas ranhuras do tanque ou com uma escovinha delicada… a sujeira e as manchas saem tão facilmente que até parece mágica. Muitas vezes nem precisa de esfregação. O preço do pote de Vanish é um pouco salgado, mas vale cada centavo. Uso para manchas gordurosas tipo chocolate, molhos de massa, barro, amarelados, maquiagem e muito mais. Sempre vale prestar atenção nas peças com mistura de cor.. a água quente pode colaborar no “desserviço” da migração de cores.
    Ah! saco plástico pode “cozinhar” ainda mais os fungos das roupas. Saquinhos em TNT ou em tecido são os indicados, pois têm furinhos que ventilam a peça.
    E eu NUNCA guardo camisas em cabides, pois eles podem causar o “pilling” (as famosas “bolinhas”)nas camisas de tecido sintético e deformam as golas e mangas. Uso-os somente para jaquetas e agasalhos, quando são de material bem firme, pois até o moleton deforma e “desaba” no cabide (que deve ser parecido com o preto da foto, nunca como o de madeira).
    Em tempo: sou dona de casa, consultora de imagem e estilo e realizo treinamento com vendedores de lojas de material esportivo (entre outras), onde problemas de má conservação de roupas e tênis são as maiores queixas e causas de devolução.
    Gostaria muito de ler suas explicações sobre a origem do “pilling” e do desfiado nas tramas sintéticas.
    Parabéns pelo blog, vou passear mais por aqui. Até mais,
    Luciene Vieira.

    • 19 agosto, 2009 às 10:22 am

      Caro Antônio, muito boas suas dicas, tenho uma empresa de materiais esportivos e vou divulgar seu blog para meus clientes, já que grande parte dos usuarios de materiais esportivos não tem conhecimento de conservação de suas roupas. Valeu…
      Cara Luciene Vieira, tenho interesse em trocar conhecimentos contigo, meu e-mail é contato@vandermax.com.br

    • 3 Grazi
      14 fevereiro, 2017 às 1:52 pm

      Luciene, talvez você possa me ajudar. Manchei a camisa do meu marido lavando com outra roupa colorida. É uma camisa do grêmio, e a parte branca ficou colorida. Como é material sintético, será que posso utilizar vanish? E na parte pintada, terei problemas com a água quente?

  2. 4 Margarete
    29 outubro, 2008 às 5:17 pm

    As dicas são ótimas, mas tive imensa dificuldade para ler, pois o colorido das letras atrapalha a leitura.

    • 5 patricia
      16 abril, 2017 às 10:40 pm

      A camisa do meu marido do flamengo e do meus filho estão saindo o nome e eles estão com raiva de mim .aonde eu posso coloca di volta o nome q saiu .pfv.ONG.

  3. 6 Pedro
    21 dezembro, 2008 às 12:03 pm

    Otimas dicas, lavar eu ja sabia, mas conversavação não, e a dica da Luciene relacionado a cabides ajudou muito também, minha camisa nova do manchester de jogo, em 4 meses que eu tenho ela, e em no maximo 5 vezes que eu usei, ja tinha essas bolinhas na parte de baixo dela atraz, e eu não fazia a menor idea do que tava causando isso… nunca mais guardo camisas em cabide.
    Abraço

  4. 7 ELIAN MARIA
    8 fevereiro, 2009 às 11:38 pm

    TENHO UMA CAMISETA NOVINHA COM TRANSFER, MINHA EMPREGADAO PASSOU E FEZ UM ESTRAGO. GOSTARIA DE UMA DICA PARA EU TIRAR O RESTANTE.
    ELIAN
    RESERVA-PR

  5. 9 Guilherme
    24 fevereiro, 2009 às 11:51 pm

    Antonio, gostei das dicas e gostaria de saber se você pode ir um pouquinho mais alem.

    Tenho uma camisa do Boca Juniors 2007 com ‘Riquelme’ nas costas, com a fonte da Centauro.

    Mas não gostei muito e penso em retirar as letras, mas sem deixar vestigios ou marcas, voce sabe como?

    Se possivel responder no meu email.

    Abs.

  6. 11 Pedro Vasconcellos
    9 março, 2009 às 8:54 pm

    Olá, Antonio. Gosto muito do seu blog sobre camisas. Sou colecionador. Gostaria que tentasse me ajudar num problema.

    Comprei uma camisa pelo Mercado Livre. O envio foi feito pelos correios. O vendedor não teve o cuidado na hora de enviá-la e ela chegou muito amassada. Como faço para que ela volte a ficar lisa?

    Abraços.

  7. 12 Lucas
    7 agosto, 2009 às 6:16 pm

    Pedro Vasconcellos, tente passá-la com um tecido fino por cima, um lençol por exemplo. e não use o ferro muito quente.

  8. 13 Fernando lacerda
    4 dezembro, 2009 às 12:07 pm

    NUNCA USE ESCOVA NO COLARINHO DA CAMISA. COM O TEMPO, ESGARÇA. O ideal é deixar a camisa de molho (no sabão em pó comum) de um dia para o outro. No dia seguinte, passe BOCHA,COM DETERGENTE (essas de lavar louça, macias), e a sujeira sairá com facilidade. CAMISA BRANCA, FAÇA O MESMO PROCESSO, SÓ QUE EVITE USAR ALVEJANTE (APODRECE COM O TEMPO).No caso – da camisa branca – deixe de molho, passe a bucha no colarinho e nos punhos (e no locar que fica em contato com a parte debaixo dos braços -“suvaco”), enxague bem, e deixe, de novo, por mais um dia, em nova água limpa com sabão em pó. Enxague bem, trocando a água umas 3 vezes, coloque um pouco de amaciante (de preferência já diluído em água: na proporção de 50%), e pendure num cabide A CAMISA MOLHADA, TOMANDO O CUIDADO DE SEGUIR OS VINCOS, pois secando assim, facilitará para passá-la depois de seca.

  9. 14 borges
    4 fevereiro, 2010 às 3:57 pm

    Há alguma forma de retirar o transfer da camisa sem danificá-la?

    pergunto isso pq tenho uma camisa do SPFC com logotipos gigantes nas mangas, e ouvi falar sobre essa possibilidade, utilizando ferro de passar.

    Mas óbvio q tenho o receio de estragar a camisa.

    Na verdade nem sei ao certo se é transfer ou se é outro tipo de estampa. A camisa é da Reebok, de 2009.

    E então, há alguma chance?

    grato

    • 15 Antonio Bordallo
      4 fevereiro, 2010 às 11:52 pm

      Rapaz Essa eh uma pergunta que não quer calar, mesmo pra mim, q coleciono camisas e entendo desses materiais. Não da pra determinar uma coisa exatamente pq, mesmo que não pareça, há dezenas de tipos de transfer. Da mesma forma que uns não saem nem com reza brava, tem outros que se vc torcer a camisa molhada um pouquinho, já ta saindo… se puder, pergunte pra um cara que APLICA transfers e numeração em camisas… e dps repasse pra gente a resposta,ok?

      Abs

      Antonio

      • 16 danav
        5 fevereiro, 2010 às 2:09 pm

        valeu antônio, vou procurar sim!

        não tem nada pior que ter a camisa do seu time com um trasnfer feio pra caramba…

        como a minha camisa é da reebok (feita pela vulcabrás), creio q o transfer não deve ser de alta qualidade…

        mas vamos ver…

  10. 17 Fernando Caldas
    19 fevereiro, 2010 às 5:05 pm

    Pessoal,

    Como eu tb procurei uma resposta e não achei resolvi aproveitar uma promoção de queima de estoque da Nike e comprei um manto sagrado do mengão pra limpá-lo de toda paganice dos patrocinadores.
    A escolhida foi o manto rubro negro oficial de 2008 (ultima da nike) com o simbolo da BR em verde amarelo em cima da palavra lubrax na faixa preta. Esses 2 simbolos são “colados” por sublimação (aplicação do adesivo por calor direto no tecido). O BR saiu facinho somente deixando o verso da camisa no vapor por uns 5min. Consegui descolar uma ponta com a unha e o resto saiu puxando… O unico incoveniente é uma pequena mancha descolorida quadrada no tecido, bem no lugar onde o simbolo foi aplicado. Achei q tava solucionado, mas o LUBRAX não saiu assim… Só amoleceu um pouco mas não consegui puxar nenhuma ponta pra ir descolando.
    Ferro quente no verso, aplicado sobre um pano fino pareceu q ia dar resultado tb…chegou a enrrugar o aplique mas tb não resolveu….
    Resolvi partir pra ignorancia! Peguei um cotonete, molhei a ponta no vidro de acetona de limpar unha da minha mulher e passei no verso da camiseta, por baixo do aplique. E não é q o aplique começou a DERRETER???? saiu facinho !! Só que a cola ficou no tecido e a acetona não está tirando.
    Até agora o tecido parece estar intacto, apenas com a cola grudada onde era o aplique. Ainda não tentei aplicar alguma coisa pra tirar essa cola.

    No verso da camisa e nas mangas não tem jeito. O patrocinio é impresso direto no tecido!
    Eu imagino 2 soluções pra isso: mandar aplicar no tecido o mesmo material, por sublimação, o q na minha opinião ficaria com cara de remendo ou achar uma forma de pintar o tecido na região do patrocinio. Só q não achei uma tinta q desse pra aplicar no poliéster e meu medo é q fique uma mancha de tonalidade diferente. Nesse caso teria q repintar a camisa inteira… Será meu proximo teste.

    Espero ter ajudado e incentivado outras pessoas a tentarem tb !
    Vamos acabar com a poluição nas nossas camisas !!!!!!!!!!!!!

    • 18 Antonio Bordallo
      1 março, 2010 às 12:40 am

      Camisas em promoçao assim q realmente nos incentivam a fazer certas experiências,hehhe O ideal seria procurar o FDP que justamente aplica esses patrocínios nas camisas,NE? Se ele aplica o veneno, ele deve ter o antídoto, NE?

      Abraçao

      Antonio

    • 19 Bruna
      10 abril, 2011 às 11:44 pm

      Fernando, já conseguiu tirar a mancha da cola?
      Também tenho uma camisa do Mengão, a número 3, também do último lote da Nike, com o patrocínio na manga da Podium. Acho que a empregada passou a camisa e o silk descolou, mas está a mancha ainda.
      Vi em algum lugar da net que talvez o removedor Casa Varsol tire, vc tentou algum removedor, acho que vou tentar esse, mas a camisa é das minhas preferidas e tenho medo de estragar.
      Se alguém já tiver resolvido esse problema e quiser responder, agradeço mto.

  11. 20 Mauro
    14 abril, 2010 às 7:43 pm

    Olá,
    como posso desamassar uma camisa da nike?
    modelo: nike fit, barcelona ano 2008?
    sei que ferro não resolve muito. tem outra forma? mesmo lavando e deixando esticada os amassos não saem.
    abraço.

    • 21 Antonio Bordallo
      18 abril, 2010 às 11:36 pm

      Esquisito..

      Eu acho que no caso, seria uma boa vc passar sim, mas pelo avesso e com um pano levemente úmido entre o ferro e a camisa.Passe e fique insistindo, q acho q com o tempo resolve sim.. Tenta isso e depois me diga no que deu,ok?

  12. 22 Francisco Monteiro
    1 junho, 2010 às 9:31 pm

    Cara, você merecia um prêmio por esse post! Já entrei no seu blog diversas vezes e só reparei nesse tópico sobre limpeza e conservação agora. Acabei de lê-lo todo atenciosamente, de cabo à rabo, e as dicas vão me ajudar demais. Já sofri com quase todos os problemas relatados: fios repuxados anos 90, transfers danificados, manchas, efeitos do sol, marcas nos ombros de cabide e etc. Vou passar a incorporar quase todos os cuidados e também a lavar minhas próprias camisas. Odeio lavar roupa, mas por hora você me convenceu!

    Valeu! Muito obrigado!

  13. 23 jluisk
    16 julho, 2010 às 7:39 pm

    Muito bom mesmo!
    Abraços!

  14. 17 julho, 2010 às 8:33 pm

    comprei uma camisa da fila do botafogo 2009 mais ela ta um pouco amassada vc sabe como faço pra desamassar .

    parabéns pelo blog !

  15. 25 Thiago Andrade
    22 setembro, 2010 às 12:16 am

    Primeiramente sem babaçao, esse espaço é primeira de luxo muitas dicas preciosas, parabens ainda na coluna liquidaçao comprei 4 camisas de times italianos odinese,fiorentina… ambos da lotto, coleciono e ja estou prevendo um acidente, esse modelo utiliza veludo em altorelevo no sibolo da lotto tem uma cara de que esta me dizendo ” nao me lave que vou desbotar em tudo aqui” queria saber se alguem tem uma da lotto dessas mais novas tipo 2009/2010 se deu bronca quando lavou, que ela lava sei que lava mas ta dando muito medo… valeusss

    • 26 Antonio Bordallo
      22 setembro, 2010 às 12:43 am

      oi vlw pelos elogios, hehe

      bem, evita deixar muito tempo de molho, pq j tive pea aqui flocada que ficou carequinha depois de um tempo…e iso parece ser o padro. Se este aveludado for meio de camura, ele pode juntar pelos, ae vc usa um durex do avesso e vai passando por cima pra tirar os pelos…

      abs e volte sempre!

      Antonio

      ________________________________

  16. 27 alan jose souza de souza
    14 dezembro, 2010 às 5:17 pm

    bem tenho uma camisa oficial do fluminense branca mandei botar um transfer do numero atraz e ficou uma merda oq devo fazer pra retirar ou nao tem mas jeito

  17. 28 Everton
    21 dezembro, 2010 às 8:18 pm

    ola, tenho uma camisa do milan novinha. mais a estampa. bwin do patrocinio. aconteceu o q vc disse la em cima. minha mãe deixo de molho.. tem alguma tinta. que posso passar por cima.. se sim qual? e se não como posso. tirar tudo… deixar limpa. como se nao tivesse patrocionio?
    desde já. Obrigado…….

  18. 29 Alice Dias
    31 janeiro, 2011 às 5:37 pm

    Vim até aqui ver se encontrava resposta pra uma camisola branca que deitava pêlo branco por todo lado.deram me referência por no congelador foi o que fiz,encolheu imenso agora ao lavar na máquina será que ao colocar no soflã um dia ela fica mais massia e alarga um pouco. estou chatiada adorava a camisola mas deitava tanto pêlo.será que me pode dizer como melhorar um pouco.obrigada

  19. 30 Thiago
    27 fevereiro, 2011 às 12:15 pm

    Olá Antonio, caso tenha a resposta para a minha dúvida, peço que me mande pelo e-mail. Gostaria de saber se um jeito seguro de remover um transfer de camisetas de futebol. Igual ao caso da camisa do barcelona acima, acredito que há casos que seria melhor retirar o símbolo do que mantê-lo prejudicado.

    att,
    Thiago thiagorios84@yahoo.com.br

    • 31 Antonio Bordallo
      27 fevereiro, 2011 às 1:04 pm

      o tal transfer saiu com sal, de molho por um tempo. Mas alguns solentes tbm fazem isso. O problema eh descobrir QUAL…

      ________________________________

  20. 32 carlos
    23 março, 2011 às 2:28 pm

    ola, ganhei uma camisa que ficou grande em mim, o problema que vei com meu nome, dei ela para meu irmão mas ele nao tem o mesmo nome que eu, tens alguma dica para teriar meu nome sem danificar a camisa, obs, a camisa eh toda branca…
    obrigado

  21. 33 Ana
    5 maio, 2011 às 12:04 pm

    Minha empregada colocou a camisa do REAL MADRI do meu neto na maquina e a camisa ficou grudada no bwun, o que aço para desgrudar

  22. 34 Cristina
    10 maio, 2011 às 11:15 am

    Ola bom dia.Tenho uma camisa do atletico branca e minha mãe foi lavar e as mangas mancharam de vermelho por causa do escudo q tem nela tipo um veludo.como faço pra remover essa mancha? Estou desesperada, pois ganhei essa camisa.Me mande resposta por e-mail: crisgatinha21@hotmail.com.aguardo ajuda.

  23. 35 Derikem Mozart
    21 junho, 2011 às 12:48 am

    Preciso de ajuda!
    deixei uma camisa do Remo (Penalty-cavalera) de molho na aguá quente por muito tempo, ela ficou amassada, deixei várias roupas do tecido poliéster também q ficaram super amassadas devido a temperatura da água. como eu faço pra desamassa-las.

    sou novo no blog, achei mto interessante, espero ser ajudado, abraços.

  24. 36 VINÍCIUS GALLAGHER
    11 agosto, 2011 às 12:39 am

    OLÁ ANTÔNIO, MEUS PARABÉNS PELAS DICAS…
    QUANDO LAVO MINHAS CAMISAS TENHO UM PROBLEMA COM O SABÃO (USO A MARCA “COQUEL”, QUE POR SINAL ACHO MTO BOM!!!). ESTE SABÃO ATÉ POSSUI UM AROMA, MAS DEPOIS QUE A CAMISA SECA, FICA COM UM CHEIRO MUITO FORTTE DE SABÃO…
    O QUE EU FAÇO???
    EXISTE ALGUM AMACIANTE QUE NAUM PREJUDICA OS “TRANFERS”???
    POIS QUERIA PELO MENOS TIRAR O CHEIRO FORTE…
    AGUARDO SUA RESPOSTA….
    MTO OBRIGADO Abs

  25. 17 agosto, 2011 às 1:25 pm

    o transfer sai sem problema (se vc não se importar com a mancha de cola que fica lá feito um fantasma) se vc aplicar alcool pelo avesso do mesmo e retirar facilmente com a unha. só nunca tente isso no número que a tinta se espalha pela camisa inteira. já perdi uma camisa do mengão assim. o ideal mesmo é esquentar o número com um secador e ir esfregando com os dedos: sai feito caspa. gosto de vestir camisas dos meus times mas não de servir de outdoor pra essas empresas todas

    • 38 Marco Aurélio
      10 novembro, 2013 às 3:44 am

      gagah, vc conseguiu retirar plenamente algum transfer de patrocínio das camisas do Mengo, da Nike técnica do secador? Fica algum vestígio de cola? Estou tentando retirar um LUBRAX de uma drifit da nike e está mto difícil…leia meu relato abaixo, meu nome é Marco Aurélio. Parece que os transfers da olympikus são facilmente retirados com álcool, mas os da nike são mto difíceis…vc conseguiu retirar alguns transfers que fiquem sem vestígio? Abraço marco.leitao@gmail.com

  26. 39 catia cirlene sacramento dos santos
    9 novembro, 2011 às 5:45 pm

    oi manchei minha camiseta e coloquei na agua quente pra tira a mancha na verdade saiu + minha camiseta ficou amassada e ñ desamassa + ñ adianta nem passa por favo me ajuda

  27. 40 AG
    5 dezembro, 2011 às 11:53 am

    Olá, gostaria de saber como faço para encolher uma camisa de futebol, aquelas dri-fit da nike?

  28. 41 Lucas Guedes
    1 fevereiro, 2012 às 12:03 am

    olá, tenho uma camisa de um time de futebol, ela tem 92% de poliester e 8% elastano!
    usei ela, cheguei em casa deixei no meu cesto de roupa suja e tals…
    minha mãe precipitada acabou pegando minhas roupas e jogando tudo na maquina de lavar,
    quando vejo ela no meu armario, tinha uns fiapinho brancos, acho que é da fibra da camisa (nao tenho certeza)
    ai ficou aquela coisa… camisa preta com fiapinho brancos pra fora….
    gostaria de saber se tem algum modo desses “fiapinhos” sumirem e a camisa voltar a ser como era antes!

    AGRADEÇO DESDE JÁ!

  29. 42 Sandro
    29 fevereiro, 2012 às 2:56 pm

    Por favor socorro!!!deixei uma camisa de 2005 dobrada no saquinho na gaveta,hj quando fui ver o Silk do Número dela colou na parte de baixo do pano,tentei tirar bem devagar mais vi q o Transfer esta saindo grudado em baixo,amigos vcs tem alguma dica o q posso fazer?

  30. 43 Simon
    10 março, 2012 às 8:01 pm

    Olá Antônio, achei seu interessante blog pesquisando maneiras de retirar adesivos de patrocinadores de camisas dry fit.
    Só compro a nova camisa do Mengão se arrumar uma maneira segura e eficiente de retirar aqueles adesivos BMG das mangas, nó mínimo.
    Já descobriu a fórmula secreta? Até os comentários que li o assunto ainda é um problema de difícil solução.
    Fico no aguardo.
    Me inscrevi para receber notificações de novos posts aqui. Portanto, serei avisado. Mas quem quiser me responder diretamente aqui está o mail: sisalama@gmail.com
    Grande abraço, SRN

  31. 44 cassia sandra ferreira dos santos
    10 abril, 2012 às 1:49 pm

    Antonio preciso saber urgente como faço com uma camisa de algodão que está nova porém, parte de gola e de um ombro está queimada do sol. A cor dela é lilás. Tinturar resolveria? Na parte da frente tem letras grandes com o nome da marca.

  32. 14 abril, 2012 às 9:22 pm

    Amigo tenho uma camisa do los angeles galaxy minha mae lavou com o produto errado e retirou da camisa o patrocionio herbalife , existe alguma empresa ou lugar e refaz o adesivo?
    Tentei na netshoes eles me indicaram a Adidas, porem sem sucesso.

    Att

  33. 46 Adriano Alberto
    19 julho, 2013 às 5:48 pm

    Olá!! Numa manifestação colei numa camisa Dry Fit da Nike dois adesivos. Para minha infelicidade quando retirei os adesivos, a cola ficou agarrada na malha e não quer sair. Alguém sabe como faço para retirá-la? Obrigado.

  34. 47 Giancarlo Scattone
    15 agosto, 2013 às 9:50 pm

    Oi… Muito boa as dicas a cima. Tenho um problema com a minha camisa da Rússia de 11/12. Antes de lavar a camiseta eu coloquei a camiseta no cesto de roupa suja, que fica um metro do chão, sai e deixei meu cachorro em casa, na volta encontrei a camiseta no chão com um pequeno buraco perto do símbolo brilhante da adidas que fica na borda da camiseta… O que eu faço ????

  35. 48 Giancarlo Scattone
    15 agosto, 2013 às 9:57 pm

    Também queria saber o que se faz quando se perde o patrocínio da camiseta..???

  36. 49 Marco Aurélio
    10 novembro, 2013 às 3:14 am

    Excelentes dicas, parabéns! Eu preciso de uma dica. Tenho uma camisa que gosto muito e o aplique emborrachado do patrocínio começou a sair em algumas extremidades e a camisa ficou com um aspecto feio. Resolví então retirar todo o aplique. Aí começou minha dor de cabeça, pois agora o aplique não sai nem a pau! algumas letras estão bem difíceis de sair. Ví no youtube algumas pessoas retirando o nome do Ronaldinho de camisas do Flamengo com álcool e retirando facilmente com a unha, porém na minha camisa ficou uma cola que está sendo muito difícil de sair. Já estou com o dedo doendo de tanto tentar tirar com a unha e quando saem pedaços, são muito pequenos e difíceis de sair. Tentei usar Aguarrás, que é um solvente (fiz um teste numa pequena parte para ver se desbotava o tecido sintético da camisa e felizmente não desbota) e nada de retirar as letras restantes nem a cola. Usei água fervendo nas letras, achando que iriam engilhar e ficar mais fácil de sair, ou seja, está bem difícil de tirar esse aplique. Pensei em passar ferro pelo avesso, mas tenho medo de estragar de vez a camisa, pois o calor pode até retirar o aplique, mas pode tb queimar o tecido sintético. Quando a gente não quer, saem fácil, mas quando queremos removê-los, não saem…alguém pode me ajudar? Abraços

  37. 50 Delma Andrade Pinho Gomes
    19 novembro, 2013 às 5:30 pm

    Por favor mim ajude meu filho comprou uma camisa oficial do Barcelona, so que aconteceu um acidente com ela o meu marido achou de coloca-la com isso o mumero de traz descolou gostaria de saber se tem como cola-los de volta mim de uma luz por favor

  38. 51 Luis
    29 dezembro, 2013 às 6:13 pm

    Tem como reparar um pequeno furo numa camisa de poliéster?

  39. 52 wania
    23 fevereiro, 2014 às 9:08 pm

    OI GOSTARIA DE SABER SE TEM COMO APLICAR UM NOVO TRANSFER PARA COBRIR O OUTRO. EU FIZ CAMISETAS PARA UM EVENTO MAS NÃO VENDI TODAS E AGORA GOSTARIA DE REAPROVEI-TA-LAS…. OBRIGADA

  40. 53 Gustavo Hergert
    9 abril, 2014 às 11:30 pm

    tenho uma camisa da seleção alemã que minha mae deixou de molho e o transfer esta descolando oke posso usar para colar novamente ???

  41. 54 Marco
    10 abril, 2014 às 2:13 am

    Se o transfer está em perfeitas condições, vc pode usar uma cola vinil, que é usada para remendar piscinas de vinil, mas o dia que o transfer rachar, a cola vai deixar a sua camisa feia…Atualmente eu estou fazendo assim, eu mando fazer um transfer novohoje em dia, tem pessoas que fazem transfers com as fontes originais da adidas, nike, puma, com um vinil mais grosso do que os de antigamente e que fixam com o ferro de passar…quando rachar ou sair, é só mandar fazer outro igualzinho, retirar o transfer anterior e a camisa fica show como era antes!…Abraço

  42. 55 Nougan
    22 junho, 2014 às 12:47 pm

    Cara.. Tenho uma camisa do SPFC onde a estampa do numero e nome simplesmente descolaram.. A camisa é nova.. Daquela Reebok BMG.. O que fazer para evitar este tipo de coisa.. Comprei uma da seleção e to com medo de acontecer denovo

  43. 10 setembro, 2014 às 6:37 pm

    Bom mesmo é buscarmos camisas sem patrocínio, pq depois é só dor de cabeça!!

  44. 57 claudia
    30 janeiro, 2015 às 7:55 am

    Bom dia, preciso de ajuda…comprei 3 camisa social para meu esposo…slim, ele usou uma vez e fui lava-las na máquina, apareceram manchas de ferrugem, detalhe, não tem nada que pudesse fazer isso, nem na máquina e nem nas camisas, o que pode ter acontecido?

    • 58 Guilherme Nunes de Souza
      9 maio, 2015 às 3:13 pm

      Muito bom o artigo, amigo.

      Eu gostaria que vc me ajudasse. Eu lavei minha camisa grená do Corinthians de 2011, e o Patrocínio silkado da Neo Química ficou manchado da cor grená. Como faço para deixar o patrocínio da Neo Química sem essas manchas?

  45. 59 Gilnei
    20 maio, 2015 às 12:41 pm

    Que tipo de cola utilizo para colar um escudeto que soltou da camisa?

  46. 60 Marco Aurélio
    20 maio, 2015 às 2:55 pm

    Existe uma cola de tecidos, mas apropriada para tecidos tipo algodão, já usei em camisas de times e não deu certo porque as camisas de times são de material sintético (Poliester – basicamente um plástico). Descobri que aquelas colas de remendar piscinas plásticas são perfeitas para colar poliester e já utilizei nunca descolou da minha camisa. Cuidado ao aplicar para evitar sobras…aplique pouca quantidade para não terem sobras na hora de apertar o escudo com a cola! Pode- se aplicar também pela parte de dentro da camisa, pois o poliester é permeável e a cola passa para o escudo sem deixar sobras…Abraço

    • 61 Eduardo
      7 julho, 2015 às 8:07 pm

      Tenho dois extremos, uma camisa do SP da decada de 90 com o patch descolando.
      Os campeoes paulistas naquela epoca, recebiam um patch bordado que normalmente era costurado nas camisas, mas nessa infelizmente é colado! pqp Assim como o patch da Cirio e o simbolo tambem. Sera que seria o caso de usar essa cola Marco? Seria cola de vinil?
      Nao me conformo, nao encontro informacoes ou mandingas sobre isso em lugar nenhum!

      Ja meu outro caso, comprei camisas no tio Ali e fiz a cagada de pedir pra colocarem patches da copa. Obviamente colaram patches errados e a camisa esta praticamente arruinada.
      Alguem manja algum tipo de solvente pra esse caso? Ja tentei alcool e agua quente e nem sinal, parece ser uma cola bastante resistente. Alguem sabe de algo que possa ser feito?

  47. 62 Marco A.
    7 julho, 2015 às 11:34 pm

    Oi Eduardo, o caso da sua camisa do são Paulo é simples…use cola de vinil mesmo, pois ela cola tecido com relativa eficácia, porém, ela adere bem ao poliéster, que acredito ser o tecido das camisas do SP da penalty dos anos 90, ou mesmo as da adidas. Passe a cola com o auxílio de um pincel, mas faça isso rápido, pois a cola seca rapidamente. Depois de colado, faça uma pressão com a mão, colocando seu peso em cima para colar com mais facilidade…o segredo está em depois desse processo, usar ferro de passar não muito quente, por cima do patch já colado…sugiro colocar um pano branco por cima para o ferro não marcar o tecido de poliéster. No caso da sua camisa cujo patch veio colocado errado da Ali, o melhor a fazer é colocar uma tábua dessas plásticas brancas de cortar carne no interior da camisa para proteger o outro lado e coloque a camisa do lado do avesso. Coloque num chumaço de algodão um pouco de acetona dessas de retirar esmalte. Compre uma acetona de cor azul, pois a de cor verde costuma deixar marcas nos tecidos brancos ou claros…passe o algodão no patch no avesso da camisa e espere 5 minutos e repita. Depois com cuidado para a parte molhada com a acetona não encostar em nenhum aplique de vinil (nomes ou nros), vire a camisa pelo lado normal e coloque gotas de acetona sobre o patch de vinil que deseja retirar…não esfregue o algodão com acetona, pois vai retirar a tinta do aplique e dar mais trabalho. Depois vá retirando o aplique com o auxílio daquela lixa que tem em um cortador comum de unha cromado (é a melhor ferramenta para isso – preferencialmente o cortador grande de cortar unhas de pé). Após a retirada do vinil indesejado, vai restar uma cola e essa cola vc irá retirar com muita paciência com acetona num pano branco (compre um saco de pano de chão novinho para fazer isso e sempre que sujar, mude para uma parte limpa do pano) e ir esfregando o tecido até a cola se dissolver, mas cuidado para não esfregar demais e com força para não fazer bolinhas no tecido. De vez em quando borrife umas gotas de óleo de banana (toda farmácia ou loja de cosméticos tem – compre o tubo de 100 ml, pois muitos vendem 30 ml ao preço de 100 ml). O óleo de banana é um removedor mais forte que a acetona e serve para dar um arremate e retirar manchas difíceis…de vez em quando, use um pouco de álcool comum, que serve para limpar os resíduos do corante da acetona e deixar o tecido mais limpo. Tem colas que demoram meses para serem retiradas, pois não adianta fazer com pressa e estragar a camisa.
    Recomendo fazer numa área externa e bem arejada da sua casa pois a acetona e o óleo de banana tem o cheiro muito forte. Cada dia que vc fizer esse processo de retirada com acetona e óleo de banana, aconselho ao final lavar a região que usou os produtos e deixar secar. No outro dia, quando estiver seca a camisa, repita o processo…boa sorte! caso tenha mais dúvidas, posso mandar fotos para vc ver como retirei alguns vinis de minhas camisas… markk1608@gmail.com

  48. 63 Ricardo
    29 julho, 2015 às 12:49 pm

    Gostaria de saber quem poderia me indicar alguém para restaurar o número de uma camisa minha do corinthians….
    Estou em sp capital
    Fico no aguardo

  49. 64 Marco A.
    29 julho, 2015 às 1:08 pm

    A camisa está sem número ou ainda tem pedaços dele nela? Entre em contato comigo que te oriento…marco.leitao@gmail.com

  50. 65 DIMAS DIOGENES HOEHNE \nETO
    19 agosto, 2015 às 3:03 am

    Primeiramente parabéns por todas as dicas passarei a tomar conta das lavagens das minhas camisetas a partir de hoje em diante.
    Gostaria de saber se existe alguma maneira de remover manchas de tinta da camiseta, minha mãe colocou ela para secar na secadora nova, todas as da adidas não tiveram problemas, agora essa de dry fit na nike ficou toda manchada de rosa pela tinta que saiu da própria camiseta, uma branca com duas listras ( uma azul e uma vermelha) da seleção holandesa de umas temporadas atrás.
    ps:. a outra secadora nunca deu problema agora essa nova ferrou com ela

  51. 66 Nhandi Costa
    20 janeiro, 2016 às 8:32 pm

    Achei as dicas excelentes, mas tive dificuldade em ler as letras coloridas com fundo escuro.
    Gostaria de saber como tirar a mancha do emburrachado que derreteu com o ferro quente?

  52. 67 juliano
    17 junho, 2017 às 2:44 pm

    Como desamassar o numero estampado em camisas de futebol? Aquele silk não desamassa nunca!!! Alguém sabe???

  53. 68 Silvio
    8 agosto, 2017 às 5:58 pm

    Olá António! Tenho uma camisa de algodão dos anos 80, toda autografada e com o tempo os autógrafos foram se apagando. Alguma dica de como restaurar ou algum lugar? ABS

  54. 69 David
    1 setembro, 2017 às 8:26 pm

    Otimo blog.
    Amigo minha namorada deixou de molho minha camisa nova da Itália na água e sabão duatante duas horas e meia e depois pôs na máquina ao avesso. Ao final tive a surpresa desagradável de ver o silk personalizado com meu sobrenome estar todo desbotado. Aonde foi erro? Obrigado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Esse blog é dedicado à todo tipo de roupa que tenha algo relacionado à esporte, do Cricket ao Futebol Gaélico. Esporadicamente postarei algo de StreetWear quando interessante.
Carioca, 28 anos, colecionador de sportwear há pelo menos 13 anos e cursando o 2o. ano de Moda da Universidade Cândido Mendes(RJ). Não me limito à colecionar peças de futebol apenas. Já que meu foco é antes de tudo a estética da roupa e a "wearability" (além da história e preço da peça), me intesso por uniformes de Rugby, Polo Eqüestre, Basquete, Volleyball, Hockey, Cricket, Futebol Australiano ,Futebol Gaélico e qualquer outro esporte que inventarem e tiver um uniforme bonito pra se usar por aí...
setembro 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Minha Coleção + peças à venda

Blog Stats

  • 708,927 hits

%d blogueiros gostam disto: