Posts Tagged ‘inglaterra

24
out
12

Especial Viagens (edição 10) – Londres. Nada mais a declarar

No último verão, faltando 3 semanas pra abertura dos Jogos Olímpicos, dei um pulo na capital britânica pra sentir essa atmosfera olímpica no ar. Digo pra vocês que quem vai a Londres não volta de lá a mesma pessoa: é tanta coisa pra ver e viver, e tão pouco tempo, que  mesmo se eu descrevesse tudo com fotos não seria suficiente.  Assim como  no post de Paris, um post é muito pouco pra mostrar o que achei de sportswear por lá, e por isso que também vou fazer esse post apenas com breves introduções pra  servir como um roteiro básico se um dia você for pra lá e também quiser ver o que a cidade tem a oferecer…

Começando com a tradicional – e gigantesca, e glamurosa – loja de departamento Harrods. Não dá pra descrever, tem que ir lá pra ver. Por lá eu destaco o fato de que eles tem uma sessão de Sportswear bem grandinha, com 2 ambientes e , apesar de ser Harrods, pra camisa de futebol o preço tava bem bonzinho, principalmente se levarmos em conta as camisas da temporada que tinha acabado de terminar, que saíam por módicos 19.95 Libras.

 

E sim, o clima de Olimpíadas imperava.

Um lugar que considero um verdadeiro must pra colecionador é qualquer filial da Sport Direct. Na boa, parece que eles tratam material esportivo como commodity. É um bunker gigantesco, cheio de artigos esportivo entulhados, mas o preço é SUPER baixo em comparação com os outros. Vale dizer que os provadores tem cheiro de vestiário – com direito a nhaca e tudo – mas pelo preço que você vai pagar até que vale a pena passar uns 4 minutos de sufoco lá dentro…

John Lewis era a loja parceira dos Jogos Olimpicos, e por isso eles tavam com uma sessão gigantesca de produtos licenciados das Olimpiadas, com direito a muito material esportivo, mas não fugia mito do tema Olimpíadas.

No Estádio de Wembley (que pra mim visitá-lo foi um dos pontos altos da viagem. Recomendo a todos), vale muito a pena mesmo dar uma entrada na Loja do Estádio e ver como que eles exploram bem o tema The English Team, com  uma infinidade de souvenirs, camisas da seleção de  inúmeras cores, de todas as épocas e com direito a modelos retrôs também de vários times do país.

 

 

…Mas ser a loja do Wembley Stadium vale a pena visitar, obrigatório mesmo é, na volta pro metrô (ou quando você estiver saindo do metro em direção ao estádio, por que não?) dar uma passadinha no estacionamento que tem logo ao lado do caminho, e entrar no galpão da JD Sports. Aquilo lá é de deixar qualquer colecionador maluco! MUITA promoção. Camisas a preços que você só vai achar por lá mesmo, coisa pra acabar o estoque mesmo. O patrão ficou maluco.

 

Passeando pela área central da Piccadilly Circus, o legal também é pintar na Nike Town. Vários andares,  arquitetura imponente, luxo… porém é só pra olhar mesmo. Os artigos são exatamente os mesmos de qualquer Nike  Store de qualquer lugar do mundo, e a preços igualmente proibitivos se comparados à outras lojas.

 

Pra terminar esse post, uma banquinha de souvenirs em Covent Garden com camisas e agasalhos de futebol piratas. Com tanta camisa a preço baixo eu até achei engraçado ter espaço pra piratonas. Porém se o visitante comumm pode pagar 10 pounds em vez de 19 por uma camisa de lembrança apenas, por que não, né?  E além disso tem os  cachecóis, que por essas bandas  se acha com muito mais facilidade que  camisas de futebol.

Bem, de uma forma super resumida, Londres é  isso!

🙂

Anúncios
03
maio
12

Camisa de protesto do Liverpool

Desde que seu clube do coração foi comprado, os torcedores do Liverpool ficaram cada vez mais desgostosos do que estavam fazendo com o clube. Entre os planos de boicote à atual camisa, lançaram um site e  uma marca chamada Viga atendeu o pedido da torcida  lançando uma camisa com praticamente o mesmo template da atual, mas com umas modificações bem criativas, inclusive o “maldito ” patrocinador…

Na minha opinião ficaram bem mais bonitas e legais que a versão oficial, que a torcida faz questão de não comprar pra não dar dinheiro às cobras representadas nessa camisa. Sem falar que parte do dinheiro arrecadado com as vendas dessa peça vai justamente  para um fundo de amparo às vítimas do desastre de Hillsborough. 

O logotipo da Adidas substituido por essas estrelas que eu não entendi muito bem, até porque pra mim lembrou muito à bandeira de Madrid (mesmo não sendo exatamente igual)… ah, e claro que as 3 listrar viraram 4, pra Adidas não ficar de mimimi…

Quem quiser pode comprar a camisa por meros 9.90 Libras no eBay

E vocês, preferem essa camisa ou a vermelha que serviu de inspiração à essa?

11
abr
12

O conflito das Malvinas e o Rugby

Em qualquer guerra que ocorra no mundo, todos sabem que ambos lados são perdedores e só resta aos familiares, que perderam seus entes queridos no campo de batalha, prestar homengens das mais variadas formas, e no esporte não é diferente. Assim como os argentinos prestaram homenagens  a seus heróis na guerra das Malvinas, todo dia 11 de novembro  os britânicos lembram seus mortos na 1a Guerra Mundial no Rememberance Day, algo como “o dia da lembrança”.

Não cabe aqui julgar qual lado do conflito das Malvinas é o certo, mas sim mostrar o carinho prestado de ambos os lados a seus soldados.

Para o Rememberance Day do ano passado (11.11.11), o uniforme do time de rugby do Exército Britânico recebeu um desenho que considero um dos mais bonotos e mais tristes que ja vi até hoje. Fabricado pela marca Samurai, ele aparece coberto de flores de papoula (flor símbolo dessa data, que inclusive aparece em alguns niformes de times britânicos nesse dia) e mostra um soldado solitário em campo de batalha.

Já na parte de trás, um túmulo e os dizeres “We will remember them”(Nós vamos nos lembrar deles).

Do outro lado do conflito das Malvinas, além da homenagem do futebol, a marca brasileira Sul Back lançou um uniforme de rugby para lembrar os argentinos mortos na guerra das Malvinas.  O design caprichado ficou por conta do mestre Gonza Rodriguez, que ainda mais por ser argentino, tenho certeza de que botou todo seu sentimento nessa criação que também é um apelo à paz.

Detalhe para a barra na cor vermelha, que provavelmente representa o sangue derramado  nessa guerra.

 

Não, eu não acharia legal uma partida de rugby entre dois times vestindo esses uniformes.

30
jan
12

Alemanha já vestiu Umbro?

Quem acompanha a história dos uniformes de Alemanha sabe que eles possuem um contrato praticamente vitalício com a Adidas, e na única vez que eles não vestiram a marca mundial das 3 listras, vestiram Erima, que é propriedade da mesma Adidas. Porém na coleção do DFB Spielertrikot acabei achando essa  intrigante relíquia:

Realmente nunca imaginei uma camisa da  Alemanha feita pela inglesa Umbro. Seria o modelo da Copa de 66 , já que a interface limpa e a numeração é a mesma da Inglaterra da mesma época –  ou não passa de mais uma copia não autorizada? Afinal, ultimamente vemos que de meados dos anos 90 pra trás tinha um monte disso, né?

O fato é que a camisa acima é do Gerd Muller e a abaixo reserva foi vestida pelo Paul Breitner

.


19
jan
12

Setor de informações

Nos anos 80 o Middlesbrough da Inglaterra tinha seus uniformes fornecidos por uma marca “misteriosa”. Paradoxalmente, pouca informação sobre o nome de uma marca conseguia se obter, mesmo que seu logo fosse  o simbolo internacional de informação. 

Depois de muito pesquisar, descobri, por um detalhe de etiqueta, que o nome da marca é SKILL. Mas… o que SKILL tem a ver com esse “i” do símbolo?

Provavelmente deve ter alguma explicação boa, mas a mais proxima que consegui achar é que pra se ter Skill (habilidade), muitas vezes é preciso de “informação”… sei lá, alguém tem outra desculpa mais convincente?[bb]




Esse blog é dedicado à todo tipo de roupa que tenha algo relacionado à esporte, do Cricket ao Futebol Gaélico. Esporadicamente postarei algo de StreetWear quando interessante.
Carioca, 28 anos, colecionador de sportwear há pelo menos 13 anos e cursando o 2o. ano de Moda da Universidade Cândido Mendes(RJ). Não me limito à colecionar peças de futebol apenas. Já que meu foco é antes de tudo a estética da roupa e a "wearability" (além da história e preço da peça), me intesso por uniformes de Rugby, Polo Eqüestre, Basquete, Volleyball, Hockey, Cricket, Futebol Australiano ,Futebol Gaélico e qualquer outro esporte que inventarem e tiver um uniforme bonito pra se usar por aí...
julho 2019
S T Q Q S S D
« maio    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Minha Coleção + peças à venda

Blog Stats

  • 736.287 hits
Anúncios